quarta-feira, 1 de junho de 2011

O PEQUENO PRÍNCIPE

O Pequeno Príncipe


Menino pequeno, perdido no mundo
sozinho e cercado de imagem e ilusão,
vagando, vagando sem número e data,
descobre a verdade no meio do chão.

Descobre na terra, de olhos pr'o ceu,
pequeno menino perdido e sozinho,
reinados de estrelas, de sóis e de flores,
poemas ficados na cruz de um caminho.

Menino pequeno, sozinho encontrou
prazer escondido de olhar e sonhar
viver e cantar, beijar e reinar,
deitar e chorar, num berço de ar

Menino tão só, perdido e pequeno
que veio do ceu, que acaba no mar,
com um sopro retira, do chão, essa gente
e ensina que é fácil ter asa e voar

Menino sozinho, no mundo perdido
Menino perdido, pequeno e querido.
Jean Saint-Exupéry

10 comentários:

José Sousa disse...

Querida MYS!
Lido este poema de menino, não era eu! Ou será que era? rsrs

Um beijo grande.

Eliane Gonçalves disse...

Lindo texto!

Passando para desejar um ótimo dia!

Um beijo,

Eliane.

MYS disse...

Oi José meu amigo...

Gosto mto de sua visitinha...

Todos nós temos um pouquinho de Pequeno Principe hehehehe

Abç de Luz
MYS

MYS disse...

Oi Eli,

Que bom ver=te...
Fico Feliz!!!

Vou lhe visitar...
sdds...

abç de luz
MYS

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Mys amada,

Que LINDO!!!!
Como nossos sentimentos ficam envolvidos a procura do nosso "SER".
Estas palavras me "cativaram"....

Um grande beijo em seu coração!!!

MYS disse...

Oi Lú,

Oi querida amiga... adoro sua visita!!!

Vou passar por lá... p/ ver-te...

A história do Pequeno Principe nos encanta, faz-nos viajar... eu adoro!

Grata amiga um bjo e um
Abç de Luz
MYS

Vale disse...

Hola Mys!!!
Tienes un premio en mi blog, puedes pasarlo a buscar.
Vale

Ilca Santos disse...

Olá Mys!...

Belo poema, profundo!!!
Parabéns pelo blog!!... Lindo!!!
Já estou te seguindo... voltarei sempre.
Espero sua visita em meu blog, e terei o maior prazer em tê-la como seguidora.
Beijo


http:/thaisalbuquerquememoria.blogspot.com/

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Diálogos Poéticos. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

MYS disse...

Olá,
Nayara...

Amiguinha já sou seguidora do Fabrício...
Sou grata a vc pelo convite!
Gosto do blog... mesmo não tendo mto tempo p/ curti-lo...
Não só o dele, mais de tdos meus amigos!!!

abç de luz
MYS